A criação em quatro noites

Era a música complexa
Demais para a noite
Para as criaturas da madrugada
E Deus disse: “Haja Blues”
Deus ouviu que o Blues era bom,
Viu que dançavam, bebiam, fumavam,
Amavam no embalo do som
Assim foi a primeira noite

Então Deus separou o simples
Do sofisticado. Deu a estes o sopro
E um belo teclado. Deu mais swing nos pés
E disse maravilhado: Faça-se o Jazz.
Passaram-se tarde e manhã
E nasceram mais melodias
Deus viu que aquilo era bom
Que a Criação era sã

Ora, Deus não quis que perdessem
Aquela bela harmonia no ar
Então no terceiro dia
Disse: “Ajuntem tudo num só lugar
As harmonias e melodias dos homens
Encham discos com as canções
Que sejam férteis e multipliquem-se!
Encham a Terra com a Boa Música.”

E Deus viu tudo o que havia feito
E tudo havia ficado muito bom
E na quarta noite a criação
Por si só fez um novo toque
E Deus, ouvindo tal emoção
Abençoou o inédito Rock
E dizendo assim o santificou:
Let there be rock! Let it roll, baby, roll

at146687991.jpg

Blues e Poesia na 16ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto

Sábado, dia 18, participarei novamente da Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto. Nessa edição, representarei minha cidade ao lado dos Acadêmicos da APC, na qualidade de Membro Honorário. Em nossa mesa, pretendo contar um pouco da história do blues e como esse gênero musical influenciou não só minha música, mas também minha escrita. Alguns poemas d’O Busto de Adão serão recitados, sublinhados e/ou intercalados por clássicos do blues de Robert Johnson (sim, vou levar um violão para a Feira do Livro!). Ah, atualizei a AGENDA, mas fiquem de olho, semana que vem tem mais novidades musicais!

Clique no link abaixo para acessar a programação completa do evento!

WP_20160614_09_23_24_Pro

Abraços, e até lá!

30 bandas de Blues do Brasil que você deve conhecer

Fiquei muito feliz hoje ao descobrir que Bruno Félix & Voodoo Kings está entre as “30 bandas de Blues do Brasil que você deve conhecer”, listadas por Filipi Junio no site Southern Rok Brasil (link na imagem abaixo):

“O mineiro Bruno Felix é guitarrista, compositor e poeta, fazendo todas essas coisas com a máxima qualidade. Ele está meio parado, está se concentrando na divulgação de seu primeiro livro, “O busto de Adão e outras poesias”, mas é um músico para ficar de olho.”

Obrigado, Southern Rock Brasil!
Aproveito a deixa pra anunciar que em 2016 os Voodoo Kings prometem voltar aos palcos e presentear a galera com um novo single!

Abraços!

Sem título

Um pouco sobre a Cigar Box Guitar

Foi o primeiro instrumento de Blind Willie Johnson, ícone do blues.

Popularizou-se durante a grande depressão de 1930, por ser um instrumento de “custo zero”, ou seja, ideal para os bluesmen, que construíam essas guitarras com um braço simples (qualquer pedaço de pau), uma caixa de charutos de madeira e pelo menos uma corda. Assim, era possível “chorar” o blues com uma resposta de guitarra slide, o que ajudou a moldar o gênero musical.
Hoje existem guitarras Cigar Box bem elaboradas, feitas por grandes fabricantes, ou por exímios luthiers.
Construí a minha com uma caixa de charutos “Romeo y Julieta”, um pedaço de jacarandá e três cordas. Optei por colocar trastes, e tarrachas dos modelos mais simples o possível. O resultado, vocês podem conferir no video.

Sigam o canal: https://www.youtube.com/user/brunobluesman

Curtam também a página do Facebook! https://www.facebook.com/brunofelixoficial

Abraços, e até a próxima!!!

Medley: Fred McDowell / Son House

♠Confira esse medley de Fred McDowell e Son House interpretado por Bruno Félix & Voodoo Kings!

♣Check out this medley of Fred McDowell and Son House performed by Bruno Felix & Voodoo Kings!

Bruno Felix & the Voodoo Kings live jam recorded with a single mic. Audio, images and edition by Renan Mandelo (Corujinha Filmes).

Lineup:
Bruno Felix (Vocals, Cigar Box Guitar)
Emerson Martins (Upright Bass)
Mateus Zani ( Drums)
Glauco de Sá (Keyboards)

The song “Back Back Train” was written by Fred McDowell and was first released by Fred McDowell and the Hunter’s Chapel Singers of Como, Miss. in 1964.
“Walking Blues” is a blues standard written by Son House, but made famous by Robert Johnson in 1936.

Facebook page: http://www.facebook.com/brunofelixoficial