Clipping

Foram publicadas essa semana na revista Expressão Livre, duas matérias sobre meu trabalho! De acordo com o editor, Rodnei Carvalho, sou o paraisense que mais aparece em matérias culturais nessa revista! rsrsrs

Deixo aqui meus agradecimentos a toda a população de São Sebastião do Paraíso, e à equipe da revista.

Ah, quem quiser ler online, basta acessar o site:   http://www.revistaexpressaolivre.com/

Abraços, e até breve!

IMG_6285IMG_6284

Filosofando: à direita do Pai.

Meu nome é Bruno e garanto que, assim como o inferno está cheio de boas intenções, à direita do Pai certamente há toda sorte de inventores e artistas, o que demanda uma vastidão de cadeiras (quisera eu que esta fosse a prova do infinito conceitual) para que os mesmos tomem confortável assento eterno.
Imagino que ali (agora adentro o ramo das suposições), algum querubim já tenho posto a harpa de lado ao ouvir Bach e Mozart em pleno embate melódico com Hendrix e Stevie Vaughan, em um sarau onde BB King, T-Bone, Chester Burnett e outros parecem desatentos ao tema, porquanto questionam Rev. Gary Davis acerca das possibilidades jurídicas de trazerem Robert Johnson às mesmas cadeiras.
Percorrendo o amplo (infinito?) salão, e claro, ainda à direta do Pai, verifica-se que certamente o Filho não precisou operar nenhuma transmutação de líquidos. Isso porquê há séculos já tomaram assento os inventores do vinho e da cerveja.
E tudo segue de bom a melhor, pois quem inventou o ar condicionado também já deve ter sua cadeira em bom lugar.

 

 

 

 

 

 

 

O Ofício da Poesia

O artista Márcio Tadeu recita o soneto “O Ofício da Poesia” enquanto trabalha em seu atelier.
O poema escrito por Bruno Félix, é parte do livro “O Busto de Adão e Outras Poesias”, lançado em Março de 2015 pela Chiado Editora no Brasil e Portugal.

O lançamento oficial do livro no Brasil está agendado para dia 11/03/15, com a primeira noite de autógrafos em São Sebastião do Paraíso/MG:

10999942_745297365568118_4640729737005940539_o

A página oficial do livro já está no ar. Curta!