Pra não dizer que não falei do Natal

03

 

 

 

 

 

 

 

Abre a janela e contempla
O saco de lixo na esquina
Abre a porta ao meio dia
Sente a brisa de ressaca
Sente os olhos cansados
De tanta luz
Iluminação
Não sai: antes, fecha a porta
E vasculha teu lar
Contempla a mesa
A lavadora de louça
Que não te permitiu a gratidão
De esfregar os pratos um a um
Abre a porta do refrigerador
E contempla
Contempla como está cheio
Do vazio dos restos
Que partilharam a sós
Entre teu glorioso sangue
Comendo até a exaustão
A sós
Sente a brisa fria
Do calor do teu peito
Abre uma long neck
E quando fechares a porta
Sente que fechas teu mundo
Bebe, respira fundo
Sente o fígado acarinhado
Olha pra tua família
E bendiz teu Natal encantado.

-Bruno Félix

2 pensamentos sobre “Pra não dizer que não falei do Natal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s