Haikai em Technicolor

wp_20161021_10_37_43_pro-1

Ainda sobre as margaridas da crônica de ontem:
O “Haikai em Technicolor” de hoje remete à lição dessa efêmera flor.
As margaridas que encontrei foram replantadas, é óbvio.
E quanto à nós?
Novas sementes foram lançadas nos jardins da infância.
Fomos semente.
Hoje somos um constante desabrochar.
E o universo vai arrancando nossas pétalas uma a uma, bem me quer, mal me quer…
Contemplemo-nos, enquanto é tempo.
Plenos, enquanto o somos.

Abraços metafísicos,

Bruno Félix

PS: Para quem ainda não conhece a série “Haikais em Technicolor”, há um álbum na página do FACEBOOK (aproveite e dê um like!) e uma galeria aqui no blog em POESIA DIVERSA. Enjoy!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s